Aumento de 52% no custo da bandeira tarifária de julho deixa a conta de luz ainda mais cara

por | jun 30, 2021 | Energia

No dia 29 de junho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) definiu um valor adicional para a bandeira tarifária do mês de julho. Essas bandeiras são responsáveis por sinalizar os consumidores sobre as condições de geração de energia no país, demonstrando também o aumento ou a queda no preço da conta de luz.

Diante do cenário de instabilidade hídrica no Brasil, que segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) corresponde à pior crise hidrológica desde 1930, a bandeira tarifária vermelha patamar 2, que foi definida para julho, e é a mais alta das bandeiras, terá um valor ainda maior. 

O custo de  R$ 6,243 para cada 100  quilowatts-hora (kWh) consumidos, agora será de R$ 9,492 para cada 100 kWh consumidos, representando uma elevação de 52% na bandeira vermelha patamar 2.

O valor das bandeiras tarifárias amarela e vermelha patamar 1, que representam condições um pouco mais favoráveis de produção energética no país, também foi alterado. A amarela custará R$ 1,874 a cada 100 kWh, e a vermelha patamar 1 será de R$ 3,971 a cada 100 kWh. A bandeira verde, que evidencia circunstâncias de geração ainda melhores, continuará sendo gratuita. 

De junho a novembro de 2020, a ANEEL decidiu manter a bandeira tarifária verde, com a intenção de aliviar os gastos do consumidor, que já estava sendo muito afetado pela pandemia do novo coronavírus. Mas em 2021, a situação energética parece estar mais crítica, e como consequência disso o preço da conta de luz fica mais alto.

Dicas para a economia de energia

Pensando no impacto expressivo da elevação no preço da conta de luz em julho, a NEX resolveu trazer algumas dicas de economia de energia para te ajudar. Confira abaixo: 

Deixe fora da tomada os aparelhos que não estão sendo utilizados

Muitas vezes deixamos eletrodomésticos que não estamos usando no momento plugados na tomada. Isso pode fazer com que os gastos energéticos sejam maiores.

Utilize a luz natural

Deixar os ambientes iluminados com a luz do sol, ao invés da luz da lâmpada, pode ser uma alternativa para evitar sustos com a conta de luz no final do mês.

Tome banhos mais curtos

Os banhos demorados de chuveiros elétricos podem ser um dos responsáveis pelo grande consumo energético da sua residência. 

Acumule as roupas para lavar 

Outra estratégia para a economia pode ser o acúmulo de roupas sujas, para lavá-las de uma só vez na máquina de lavar, gastando assim menos energia.

Quer continuar atualizado sobre o que está acontecendo no setor elétrico? Então siga as redes sociais da NEX.

Share This