Como a crise hídrica impulsionou o setor de energia elétrica.

por | 10 dez, 2021 | Energia, Tecnologia

No último ano, crise hídrica vivida no país sufocou os sistemas de geração de energia elétrica, afinal, a baixa nos reservatórios diminuiu a produção energética das hidrelétricas. Essa situação foi a principal impulsionadora da digitalização do setor energético porque forçou empresas a buscarem por novas fontes de energia para evitar apagões ou racionamentos nas cidades.

Sendo assim, a crise desafiou o meio tecnológico na busca por transformações e novas formas de gerar e distribuir energia. Além disso, há também uma necessidade de investimento para aprimoração dos sistemas que mantêm tais estruturas operando.

O que é a transformação digital do setor de energia elétrica?

Basicamente, a tecnologia está ligada ao setor de produção de energia porque é responsável pelo desenvolvimento de métodos que consigam suprir  o aumento de demanda de energia elétrica e ao mesmo tempo alinhá-los à soluções viáveis economicamente para produção.

O que se espera para os próximos anos?

As principais tendências futuras de mercado estão resumidas em maiores investimentos no desenvolvimento de infraestrutura digital. Pensando nisso, espera-se avanço dos  serviços de inteligência artificial procurando digitalizar relações entre consumidores e servidores a fim de disponibilizar ao cliente maior autonomia no momento de escolha de como e qual energia irá receber.

Sendo assim, é entendido que as mais bem sucedidas empresas serão aquelas que melhor se adaptarem às mudanças da nova realidade, e que além disso,  incentivarem o uso de energias renováveis e promoverem essa distribuição de maneira acessível. 

Acompanhe a NEX no Instagram para ver mais conteúdos como esse.

Share This